domingo, 12 de fevereiro de 2012

A história do YOUCAT

Após o Concílio Vaticano II, muitos já não sabiam ao certo em que os cristãos acreditavam. O papa João Paulo II tomou uma decisão audaz: que bispos de todo o mundo escrevessem um livro que pudesse apresentar em que a Igreja Católica crê. Confiou ao Cardeal Joseph Ratzinger a missão de coordenar os trabalhos destes bispos, fazendo com que contribuições vindas de bispos de lugares tão diferentes, pudessem integrar-se e formar um verdadeiro livro.
Este livro foi construído com cerca de três encontros anuais, durante uma semana inteira, discutindo cada parte do livro que ia nascendo. O Catecismo da Igreja Católica foi feito com uma estrutura retirada da experiência catequética: “Em que cremos”; “Como celebramos os mistérios cristãos”; “A vida em Cristo”; “Como devemos orar”. Durante a composição do livro, percebeu-se as diferenças continentais, culturais e etários. Então segundo o Papa Bento XVI, ficou claro que era necessário “traduções”, para melhor tocar as pessoas.
Fonte: Site Catecismo Jovem
Após o lançamento do Catecismo da Igreja Católica em 1997, aconteceram as Jornadas Mundiais da Juventude e então se reafirmou a necessidade de traduzir na linguagem dos jovens. Sob a orientação do Arcebispo de Viena, Christoph Schonborn, surgiu então um Catecismo Jovem, o YouCat.
O YouCat tem a mesma estrutura do Catecismo da Igreja Católica. É composto por 527 perguntas simples, com respostas que exprimem a fé da Igreja Católica. Tem uma linguagem jovem, exemplos cotidianos. Muito colorido, com fotos, desenhos chama a atenção. Nos cantos das páginas tem diversas citações bíblicas, frases de santos e definições importantes, que dizem respeito aos temas apresentados naquela página.
O YouCat foi lançado ao menos simbolicamente na Jornada Mundial da Juventude em Madrid, sendo que cada peregrino ganhou o seu YouCat, como um presente pessoal do próprio Papa.
No prefácio do YouCat o papa pede aos jovens: “Estudai o catecismo com paixão e perseverança! Para isso, sacrificai tempo! Estudai-o no silêncio do vosso quarto, lede-o enquanto casal se tiverdes a namorar, formai grupos de estudo e nas redes sociais, partilhai-o entre vós na internet! Permanecei deste modo num diálogo sobre a vossa fé!”.

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de colocar seu nome. Obrigada!