terça-feira, 8 de maio de 2012

Mais de 300 jovens comunicadores se encontrarão em Brasília

Por Nicole Melhado
Da Redação


Ir. Élide Fogolari, é Irmã Paulina e assessora nacional da
Comissão Episcopal para a comunicação da CNBB 
Cerca de 300 jornalistas, publicitários, cineastas, designers e fotógrafos, que trabalham nas mídias católicas e nas mídias seculares se encontraram em Brasília, no seminário “Jovens católicos: comunicação que transforma vidas”. 

O evento promovido pelas Comissões Episcopais para a Comunicação e para a Juventude da CNBB acontecerá entre os dias 18 e 20 de maio.

“Quando nós nos reuníamos e pensavamos neste seminário, queríamos justamente que esses jovens, que estão trabalhando nas diversas áreas da comunicação, fossem acolhidos e pensados como Jesus, Comunicador do Pai, pensaria neles”, conta Irmã Élide Fogolari, assessora nacional da Comissão Episcopal para a Comunicação da CNBB.


** Ouça a entrevista com a Ir. Élide Fogolari, fsp



Para ela, esta convocação é uma expressão de carinho e acolhida da Igreja, em especial da CNBB, que entende a realidade árdua e difícil que muitas vezes os jovens comunicadores trabalham.

Mas quem é esse comunicador que transforma vidas? Para a religiosa, ele é alguém que vive o Evangelho de Jesus Cristo em seu ambiente, no cotidiano, em sua realidade, em meio às dificuldades.

“Queremos que esses jovens possam vivenciar o Evangelho e que assim os outros percebam que eles têm algo diferente, como os primeiros cristãos que comunicavam o Reino de Deus e motivavam outros”, salienta irmã Élide.


Mídia católica

Para a assessora de Comunicação da CNBB, a mídia católica tem a função de anunciar Jesus Cristo, transmitir o que acontece na Igreja, não só os eventos, mas o cotidiano das pessoas,  e ela destaca que "isso está sendo feito".

A Igreja em outros países da Europa e da América Latina admiram as mídias católicas que a Igreja no Brasil tem através de congregações, organismos e movimentos, conta ainda a religiosa.
O profissional cristão, por sua vez, precisa testemunhar e viver com mais profundidade esta relação com Cristo. Irmã Élide lembra que o Papa Bento XVI insiste em suas homilias e reflexões que é preciso provocar nos cristãos um encontro com Cristo que transforma suas vidas.

“Se, todos os dias, o profissional de comunicação pudesse provocar em outros esse encontro com Cristo através de seu trabalho e de sua vida terá cumprido sua missão”, enfatiza a religiosa.

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de colocar seu nome. Obrigada!