quarta-feira, 23 de julho de 2014

Uma parábola para refletir

Jesus para nos apresentar a mensagem do Reino, muitas vezes usou de parábolas, nas quais contava histórias usando elementos do cotidiano de seus contemporâneos para que entendessem melhor o que queria dizer, como a parábola da "ovelha perdida" (Lc 15, 3-7), dos "talentos" (Mt 25, 14-30), do "semeador" (Lc 8, 5-8), entre outras.


Essa metodologia usada por Jesus ainda é muito válida em nossos dias. Quem já não escutou uma história que despertou em si um valor para a vida?
Apresentamos a você hoje, uma parábola. Ela nos ajudará a refletir sobre o que realmente tem valor em nossa vida. Fim de ano é sempre tempo de revermos nossas posturas diante da vida e fazermos um balanço dos nossos bens.

O VALOR DE UM DIAMANTE

Certa ocasião um hindu chegou aos arredores de uma aldeia, onde se sentou para dormir sob uma árvore. Após algum tempo, foi acordado por um habitante daquela aldeia, que, quase sem fôlego, lhe pediu:


- Aquela pedra! Eu quero aquela pedra.


- Mas que pedra? - perguntou o hindu.


- Ontem à noite, eu sonhei com meu Senhor Shiva. No sonho, ele mandou-me que, ao pôr-do-sol, viesse aos arredores da cidade; nesse local, eu encontraria um hindu que iria me dar uma pedra muito grande e preciosa, a qual me faria rico para sempre.

Então, o hindu mexeu na sua trouxa, tirou dela uma pedra e disse:

- Provavelmente é desta pedra que ele lhe falou. Eu a encontrei em uma trilha da floresta, alguns dias atrás. Você pode levá-la! - em seguida, ofereceu-lhe a pedra. 

Naquele momento, o homem ficou maravilhado. Era um diamante, talvez o maior do mundo. Depois de pegar a pedra, ele partiu. Mas, quando foi dormir, não conseguiu conciliar o sono.

No dia seguinte, foi procurar novamente o hindu. Ao encontrá-lo sob a árvore, despertou-o, dizendo:

- Tome sua pedra de volta. Eu quero que você me conceda a riqueza que lhe permitiu desfazer-se de um diamante tão valioso. 



(Carmem Seib)

Do livro: Histórias da sabedoria do povo - Paulinas Editora 2006.

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de colocar seu nome. Obrigada!