quarta-feira, 27 de abril de 2016

Memória da Beatificação do Padre Tiago Alberione

No dia 27 de abril de 2003 o papa João Paulo II declarou o Padre Tiago Alberione Bem-aventurado!
Padre Tiago Alberione, Fundador da Família Paulina, foi um dos mais carismáticos apóstolos do século XX. Nasceu em San Lorenzo di Fossano (Cuneo, Itália), no dia 4 de abril de 1884. Recebeu o batismo já no dia  seguinte. A família Alberione, constituída por Miguel e Teresa Allocco e por seis filhos, era do meio rural, profundamente cristã e trabalhadora.
O pequeno Tiago, o quarto filho, desde cedo passa pela experiência do chamado de Deus: na primeira série do ensino primário, quando a professora Rosa perguntou o que seria quando se tornasse adulto, ele respondeu: Vou tornar-me padre! Os anos da infância se encaminham nessa direção. Cresceu, tornou-se padre e sentiu-se chamado a uma nova missão na Igreja: "Comunicar a todos Jesus Mestre, com todos os meios que o progresso humano viesse a desenvolver". Foi assim que ele fundou a Família Paulina.

No dia 26 de novembro de 1971 deixou a terra para assumir o seu lugar na Casa do Pai. As suas últimas horas tiveram o conforto da visita e da bênção do papa Paulo VI, que jamais ocultou a sua admiração e veneração pelo Padre Alberione. Foi comovente o testemunho que deu na Audiência concedida à Família Paulina em 28 de junho de 1969 (o Fundador tinha 85 anos). Disse o papa Paulo VI:
«Aí está ele: humilde, silencioso, incansável, sempre vigilante, sempre entretido com os seus pensamentos, que se mobilizam entre a oração e a ação, sempre atento para perscrutar os "sinais dos tempos".
Em 25 de junho de 1996 o papa João Paulo II assinou o Decreto por meio do qual eram reconhecidas as virtudes heróicas de Alberione.
Foi beatificado por João Paulo II, no dia 27 de Abril de 2003, na Praça de S. Pedro, em Roma.
Fonte: www.vatican.va
Oração
Senhor, glorificai na vossa Igreja o bem-aventurado Tiago Alberione.
Que ele seja para nós exemplo e intercessor no caminho

de nossa santificação e de nosso apostolado.
Ajudai-nos em nosso trabalho de evangelização,
a fim de que a presença de Jesus Mestre,
se irradie no mundo por meio de Maria, Mãe e Rainha dos Apóstolos.
Concedei-me a graças que agora vos peço... 
Pai Nosso... Ave Maria... Glória ao Pai...


Sua origem é humilde, de pobreza de bens e de saúde. Poderá haver quem tenha dito que sua vida seria curta. Porém, com a graça de Deus foram  87 anos que viveu fazendo o bem. Sua fraqueza física nunca o fez desanimar ou desistir de caminhar rumo a santidade. 
"Agradeço-vos, ó Senhor, por me terdes dado bons pais, ótimo pároco, excelente professora...
Este ambiente foi força decisiva na minha formação.
Contudo, Senhor, os germes da vocação, eu os recebi de vós desde a minha criação.
Vós me fizestes senti-los desde meus sete anos, e a seguir os cultivastes com infinitas graças."  

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de colocar seu nome. Obrigada!