sábado, 13 de fevereiro de 2016

Meditando a Palavra

Ano C – 14 de fevereiro de 2016 -1º Domingo da Quaresma
Dt 26,4-10 ─ O Senhor ouviu nossa voz.
Sl 90 (91) ─ Ele me invocará e lhe darei resposta.
Rm 10,8-13 ─ A palavra está perto de ti.
Lc 4,1-13 ─ Não porás à prova o Senhor.

 "Introduziu-nos neste lugar, dando-nos esta terra, terra onde corre leite e mel” (Dt 26,9)

Reflexão: Cônego Celso Pedro da Silva
Arte: Sergio Riccuto Conte

Domingo da Tentação. O diabo é tentador. Está sempre à espreita. Em agradecimento pela saída do Egito, o Povo de Israel fez a Deus a oferenda dos primeiros frutos da Terra Prometida, inclinando-se em adoração diante do Senhor. Assim estava escrito: “Adorarás o Senhor teu Deus e só a ele servirás”. O tentador, porém, tentará tirar de Deus esse ato de adoração.


O diabo verdadeiro é provocador. Parece ser esta a sua função. Apresentou-se diante de Deus com o intuito de provocar Jó, um homem justo e santo aos olhos de Deus, e hoje se apresenta diante de Jesus no deserto também para provocá-lo. E o faz com arte. Por três vezes o tentador se defronta com Jesus. Notem como procede o diabo. Inicia a primeira e a terceira tentação com uma dúvida em forma de interrogação: “Se és o Filho de Deus”. Sabe o demônio quem é este Jesus ou não sabe? Sabendo ou não, a pergunta tem a ver com o poder de Deus.
Se você é o Filho de Deus tem poder para transformar pedras em pão, assim como pode contar com uma legião de anjos para sustentá-lo num voo rasante deste ponto alto do Templo até lá embaixo. Pode se jogar que nada de mal lhe acontecerá. Você é Filho de Deus. Jesus responde com textos bíblicos. O pão tem a ver com a necessidade humana da fome, mas não só de pão vive o homem.
 Na terceira tentação não há milagre. Há só vaidade de quem quer provocar o próprio Deus, que não se põe à prova. “Atira-te daqui abaixo!” Na segunda tentação, o diabo não faz a pergunta “Se és Filho de Deus”, porque ele está então provocando o homem Jesus e o testa no que é próprio do homem: o poder e a glória. Eu te darei todo o poder e toda a glória de todos os reinos da terra. Em troca de quê? O que tem o valor da totalidade deste mundo, ou o que vale mais? O que vale mais é você, sou eu, é este homem Jesus prestes a se prostrar diante do diabo. Vejamos como o diabo valoriza o ser humano, que não se valoriza se a ele se entregar.
O ser humano vale mais do que tudo, e o diabo o quer todo inteiro, quer a sua pessoa, seu corpo e sua alma, em troca de poder e glória, que valem menos do que uma pessoa. O diabo dá todo poder e toda glória em troca da minha pessoa. O poder demoníaco e sua glória se realizam na dominação do ser humano. Jesus e o diabo estavam num lugar alto de onde podiam ver todos os reinos da terra. Está escrito que o diabo lhe mostrou todos esses reinos “num relance”, ou num instante. O instante existe agora e já acaba de passar.
O instante não é o que está na frente nem é o que ficou para trás. Ele acontece agora, e já passou. É esse o tempo de posse do mundo dado pelo demônio, a duração de um relance ou de um instante. Nada mais. O que fica para sempre é a adoração ao Senhor Deus e o serviço a ele prestado.
“Não só de pão vive o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus.” É com esta palavra que Jesus enfrenta o demônio, palavra que, diz São Paulo, está perto de nós, em nossa boca e em nosso coração. É a palavra da fé e todo o que crer no Senhor não ficará confundido. Neste início da Quaresma, em sintonia com a Campanha da Fraternidade, neste ano em favor do saneamento básico no Brasil, cuide com responsabilidade da casa comum e não caia na tentação de jogar lixo na rua.

Leituras e Salmos (15 a 20 de fevereiro)
2ªf.: Lv 19,1-2.11-18; Sl 18 (19); Mt 25,31-46.
3ªf.: Is 55,10-11; Sl 33 (34); Mt 6,7-15.
4ªf.: Jn 3,1-10; Sl 50 (51); Lc 11,29-32.
5ªf.: Est 4,17n.r.aa-bb.gg-hh; Sl 137 (138); Mt 7,7-12.
6ªf.: Ez 18,21-28; Sl 129 (130); Mt 5,20-26.
Sáb.: Dt 26,16-19; Sl 118 (119); Mt 5,43-48.


Fonte: Edição 961,janeiro de 2016
Postado por: Família Cristã

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de colocar seu nome. Obrigada!