sábado, 8 de junho de 2013

A Fé como descoberta

O Bem-aventurado Tiago Alberione dirigindo-se à Família Paulina, coloca em destaque a ação eficaz da fé com estas palavras: «Pela fé na Providência descobre-se que Deus cuida das coisas grandes e pequenas». A fé nos faz descobrir a beleza do amor infinito de Deus que cuida de suas criaturas com uma imensa ternura.
Trata-se de entrar no coração da mensagem evangélica. Jesus se revela um Deus muito humanas. Esta erdade liberta o coração das preocupações pelo amanhã.
A preocupação pelo futuro é a consequência da atitude existencial de quem quer planificar e controlar tudo como se tudo dependesse de si mesmo. O amanhã está nas mãos de Deus-Pai que cuida das coisas pequenas e grandes. «Olhai os pássaros do céu: não semeiam, não plantam e não recolhem os grãos, e vosso Pai celeste os nutre. Não valeis mais do que eles?» (Mt 6,26). “Olhai”: é um imperativo que diz o quanto é necessário “olhar com atenção particular a realidade” ”fixar o olhar bem no fundo...”. O verbo no seu significado original revela o cuidado de quem é enviado a observar, sem deixar escapar nada. Jesus eixando-se guiar pela inspiração sapiencial dedica amplo espaço ao valor da experiência, tendo a consciência viva da relação entre Deus e o mundo.
Deus toma conta de todos, também dos pássaros despreocupados e indefesos. Através da observação atenta da natureza o discípulo de Jesus é convidado a buscar uma resposta ao anseio que agita as águas da vida. Quer os pássaros, como os lírios não são modelos, mas testemunhas do imenso cuidado que o Criador lhes reserva em seusconfrontos. O que é preciso lembrar é que o Pai celeste “os nutre”. No mundo bíblico a experiência de um Deus que nutre e cuida de nós, é conhecida como “companhia nas dificuldades”, sustento nas provas do deserto. O Pai providente está atento à história de seus filhos porque as pessoas valem mais que os pássaros e as flores.  A ênfase colocada no mais alto valor das pessoas, com respeito aos animais, procura convencer cada pessoa do carinho especial de Deus. Ninguém de nós pode acrescentar um só respiro à vida.
Quantas vezes o Bem-aventurado Alberione, colocando a oração no centro de tudo, iluminou cada realidade apostólica com uma verdade libertadora: nada vale do que se faz, se se torna angústia para quem não confia. É a fé que nos faz descobrir que o olhar providente de Deus Pai pousa diariamente sobre a vida de seus filhos.
Deus está atento àquilo que torna humanamente agradável e prazeirosa a vida. E sabe que tudo isso não é algo de acessório e toma providências. Isso pode e deve gerar uma vida de fé, livre e luminosa.
FONTE: Texto e imagens retirados do site Paoline

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de colocar seu nome. Obrigada!