terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Venerável Tecla Merlo


Aos 22 de janeiro de 1991 o Papa João Paulo II assinava o decreto em que reconhecia na vida de Ir. Tecla Merlo Merlo, co- fundadora das Irmãs Paulinas, a vivência autêntica e heróica das “virtudes evangélicas”, proclamando-a venerável.


Ela foi discípula autêntica de Jesus em todos os dias de sua vida. Com apenas 20 anos deixou sua família para servir ao Senhor numa obra que existia apenas no pensamento de Deus e no coração do jovem sacerdote Tiago Alberione. Com plena confiança no Senhor e em Pe. Alberione, ela se fez apóstola da comunicação colaborando em tudo para a fundação e continuidade da congregação das Irmãs Paulinas. E por isso ela ofereceu a vida:


“Com o coração humilhado e contrito vos peço, Divinas Pessoas da Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo que aceiteis a oferta da minha vida por toda a congregação das Filhas de São Paulo, para que todas se tornem santas.
Tudo é vosso, também esta mísera vida. Mas que tudo seja segundo a vossa maior glória, ó Trindade Santíssima, e para cumprir vossa santíssima vontade.
Tudo coloco nas mãos da Santíssima Virgem, pois, também tu, ó Maria, fazes parte da Trindade Santíssima, como Mãe do Filho e Esposa do Espírito Santo.
São Paulo, dá a todas o teu amor a Deus e o zelo pelas almas. Assim seja, agora e sempre.”

(Oferta feita no dia 28 de maio de 1961, festa da Santíssima Trindade)


Pe. Tiago Alberione testemunha de Ir. Tecla:

“Fui testemunha da sua vida desde 1915 até o seu término, em 5 de fevereiro de 1964. A Primeira Mestra estava em contínua subida para Deus.
Os seus segredos? Dois segredos na sua vida, que são os segredos dos santos e dos apóstolos: a humildade e a fé.
Humildade, que leva à docilidade. Muitas vezes aquilo que se lhe apresentava era nebuloso, arriscado, não apreciado. Mas a virtude superava as dificuldades. Fé que leva à oração. Todos conhecem o espírito de oração do qual ela extraiu aquela sabedoria de governo conhecida por todos.
Era fraca quanto à saúde, mas forte quanto ao espírito. Tenaz e obediente até ao sacrifício.”



Agradecemos o Dom de Deus em Ir. Tecla e seu testemunho de santidade deixado entre nós.
Do céu ela continua a interceder e conduzir a congregação das Irmãs Paulinas em sua missão no mundo da comunicação. 
Pedimos a ela também que olhe por todas as jovens que sentem o chamado de Deus, para que tenham coragem de responder.   

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de colocar seu nome. Obrigada!