quarta-feira, 27 de maio de 2015

Tríduo à Rainha dos Apóstolos: 1º Encontro


MARIA, MÃE DE CRISTO E DOS CRISTÃOS

Refrão orante
Neste dia, ó Maria, nós te damos nosso amor! (bis)
Acolhida
Aproxima-se o dia em que somos convidados, como Família Paulina, a celebrar aquela sob cujo olhar nosso fundador quis nos colocar: Maria, Mãe, Mestra e Rainha dos Apóstolos. Para melhor preparação, somos convidados a refletir e rezar a importância de Maria em nossas vidas e missão. Nestes três dias em que estaremos unidos em oração, queremos apresentar a ela toda a missão que desenvolvemos e pedir a graça da fidelidade ao carisma recebido do Bem-aventurado Tiago Alberione.
Oração inicial
Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém!
V.: Rainha do céu, alegrai-vos! Aleluia!
R.: Porque quem merecestes trazer em vosso puríssimo seio. Aleluia!
Ave, Maria, cheia de graça…
V.: Ressuscitou como disse! Aleluia!
R.: Rogai a Deus por nós! Aleluia!
Ave, Maria, cheia de graça…
V.: Exultai e alegrai-vos, ó Virgem Maria! Aleluia!
R.: Porque o Senhor ressuscitou verdadeiramente! Aleluia.
Ave, Maria, cheia de graça…
Oremos
Ó Deus, que vos dignastes alegrar o mundo com a ressurreição do vosso Filho Jesus Cristo, Senhor nosso, concedei-nos, vos suplicamos, que por sua Mãe, a Virgem Maria, alcancemos as alegrias da vida eterna. Por Cristo, Senhor nosso. R.:
Amém!
Motivação
O papa Francisco, em entrevista concedida ao Padre Alexandre Awi (depois transformada em livro), ao ser perguntado sobre a importância de Maria em sua vida, respondeu: “ela é minha mãe!”. Essa é uma das certezas mais consoladoras da fé cristã. Uma das últimas ações de Jesus antes de entregar seu Espírito foi dar Maria como mãe ao apóstolo que representava ali toda a humanidade. Não estamos sozinhos na caminhada de seguimento a Jesus. Temos conosco aquela que esteve ao seu lado desde os primeiros momentos de sua vida até a sua total oferta de amor na cruz. Que este tríduo nos ajude no reconhecimento da maternidade de Maria e nos faça caminhar sempre mais próximos de Jesus!
Cântico
Maria de Nazaré (ou outro à escolha)
Padre Zezinho
Maria de Nazaré, Maria me cativou
Fez mais forte a minha fé
E por filho me adotou
Às vezes eu paro e fico a pensar
E sem perceber, me vejo a rezar
E meu coração se põe a cantar
Pra Virgem de Nazaré
Menina que Deus amou e escolheu
Pra mãe de Jesus, o Filho de Deus
Maria que o povo inteiro elegeu
Senhora e Mãe do Céu.
Ave, Maria (3X), Mãe de Jesus!
Maria que eu quero bem, Maria do puro amor
Igual a você, ninguém
Mãe pura do meu Senhor
Em cada mulher que a terra criou
Um traço de Deus Maria deixou
Um sonho de Mãe Maria plantou
Pro mundo encontrar a paz
Maria que fez o Cristo falar
Maria que fez Jesus caminhar
Maria que só viveu pra seu Deus
Maria do povo meu.
Palavra do Fundador
O Espírito Santo infundiu-lhe dons preciosos, aumento de fé, esperança e caridade, e assim a alma de Maria foi maiormente santificada. Ela era para todos exemplo vivo e constante, era como que o evangelho vivo, especialmente depois de ter recebido os dons para a nova função de mãe da Igreja.
Teve o dom do conselho para iluminar os apóstolos, os evangelistas, os fiéis; o dom da fortaleza para sustentar, confortar, encorajar a todos diante das dificuldades e perseguições; o dom da ternura profunda para com os neófitos, idólatras e os errantes; o dom do zelo para todas as almas redimidas pelo sangue de Jesus Cristo.
Recebeu luz particular para conhecer a natureza, a missão, os direitos da Igreja.
Seu amor pelo reino de Jesus e sua dilatação na terra foi ardentíssimo; suas orações eram, então, por Pedro e os outros apóstolos; vivia pela Igreja e trazia-a em seu coração, dedicando-lhe a mesma solicitude que dedicara ao Filho (BM I, 494-495).
Acolhendo a Palavra
Palavra de salvação/ somente o céu tem pra dar. / Por isso meu coração/ se abre para escutar.
Leitura bíblica (Jo 19,25-30)
Meditação
A Palavra se faz prece
Por toda a Família Paulina. Para que a certeza da proteção e do olhar carinhoso de Maria impulsione todos os seus membros para uma vivência sempre fiel de sua consagração e para uma verdadeira dedicação à missão, rezemos!
Por Maria, nossa Mãe, ouvi-nos, Senhor!
Pelas irmãs Apostolinas que celebram a titular de sua congregação. Para que elas se deixem sempre mais mover pelas moções do Espírito Santo e, a exemplo de Maria, sejam servas fiéis no trabalho pelas vocações, rezemos!
Por Maria, nossa Mãe, ouvi-nos, Senhor!
Por todas as mães que acompanham os filhos em momentos de sofrimento. Para que elas sejam sustentadas pela graça de Deus e pela intercessão de Maria, em sua missão de amor e doação, rezemos!
Por Maria, nossa Mãe, ouvi-nos, Senhor!
Por nossas mães. Para que elas, vivas ou já em Deus, sejam recompensadas por todo o bem feito em suas vidas de mulheres e mães, e sejam sempre testemunho do amor terno e misericordioso de Deus, rezemos!
Por Maria, nossa Mãe, ouvi-nos, Senhor!
(Orações espontâneas)
Pai-nosso
Oração final
Jesus misericordioso, eu vos agradeço por nos terdes dado Maria como Mãe; e vos agradeço, ó Maria, por terdes dado à humanidade Jesus, o Mestre divino, Caminho, Verdade e Vida, e por nos terdes acolhido a todos como filhos, no Calvário.
A vossa missão está unida à de Jesus, que “veio procurar o que estava perdido”. Por isso, eu, oprimido pelos meus pecados, ofensas e negligências, me refugio em vós, ó Mãe, como minha suprema esperança. Volvei sobre mim os vossos olhos misericordiosos; vossos cuidados maternais sejam para este vosso filho enfermo.
Tudo espero de vós: perdão, conversão santidade. Formai uma nova categoria entre os vossos filhos, aquela dos mais infelizes, nos quais abundou o pecado onde havia transbordado a graça. Serão estes os filhos que mais vos comoverão. Acolhei-me entre eles. Fazei o grande milagre, transformando um pecador em um apóstolo. Será um prodígio e uma glória para Jesus, vosso Filho, e para vós, sua e minha mãe.
Tudo espero do vosso coração, ó Mãe, Mestra e Rainha dos Apóstolos. Amém.
Bênção final
O Senhor esteja convosco!
Ele está no meio de nós!
O Deus de bondade, que pelo Filho da Virgem Maria quis salvar a todos, vos enriqueça com sua bênção. Amém.
Seja-vos dado sentir sempre e por toda parte a proteção da Virgem, por quem recebestes o autor da vida. Amém!
E vós, que vos reunistes hoje para preparar a sua solenidade, possais acolher a alegria espiritual e o prêmio eterno. Amém.
Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Por Manoel Gomes, Seminarista Paulino

Fonte:http://www.paulinos.org.br/home/blog/espiritualidade/triduo-a-rainha-dos-apostolos-1o-encontro/ 
 

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de colocar seu nome. Obrigada!