sexta-feira, 5 de maio de 2017

#IrmãsPaulinas#Missão#Fé

Deus é muito criativo!

Dos dias 28 a 30 de Abril, Ir. Gabrielle Bezerra, FSP visitou em Maués, cidade no interior do Amazonas, a família das jovens vocacionadas: Paula Sabrina e Josiehte Macedo. As jovens manifestaram gratidão e alegria com a presença da Irmã em suas famílias. Foi com satisfação que os familiares a acolheram para partilhar a proposta do discipulado de Jesus e expressar o apoio no seguimento a Jesus na vida religiosa consagrada. Com certeza, foi importante conhecer o solo sagrado de onde provêm as jovens com sua fé e riqueza de cultura.

Ir. Gabrielle partilha conosco sua experiência: “parti de Manaus-AM de ônibus na manhã do dia 28 com desembarque no porto fluvial de Itacoatiara-AM e de lá segui viagem de lancha a cidade de Maués-AM chegando por volta das 16:30. quando cheguei na casa paroquial para ficar hospedada fui bem acolhida pelos padres diocesanos. Quem me acompanhou nas visitas foi Pe. Luiz, ele é responsável pela animação vocacional.
No mesmo dia 28 a tarde eu e Pe. Luiz estivemos na família de Paula Sabrina que ao nos encontrar manifestou sua felicidade por nossa presença em sua casa. Durante a visita Paula nos contou que seu primeiro contato com as irmãs paulinas foi através dos folhetos vocacionais que estavam sobre uma mesa num dos encontros do ROV em Parintins-AM. Ela se identificou com o carisma da comunicação porque exerce a assessoria de comunicação no movimento da RCC e decidiu entrar em contato para conhecer mais de perto a missão paulina.

Manhã, 29, nosso destino foi a comunidade Nossa Senhora de Nazaré, partimos com fé pelo Rio Apocuitaua para chegarmos à casa da jovem Josieth Macedo. “Durante o percurso é impossível não se sentir em estado de graça, pois a gratuidade do amor de Deus pelo universo nos coloca numa atitude de reverência à obra do Criador. Os sentimentos borbulham em nosso coração de gratidão, alegria e pequenez diante da natureza. Nosso Deus é muito criativo!”
Já nos aproximava-mos da comunidade quando percebi que o ruído da lancha despertou nas crianças a curiosidade de vir rapidamente em direção ao rio e observar quem estaria chegando. “A sensação que tive em relação àquelas crianças lindas é que elas esperam novidade, e ver alguém chegando é sinal de esperança. Pensei comigo: Não tenho ouro nem prata, mas um sorriso e palavras de estima vos ofereço, assim fiz”.
Logo, veio Josieth contente por estarmos ali no seu habitat, nos recebeu e levou-nos para conhecer sua comunidade e famíliares. Foi uma graça estar com os seus e compartilhar a vida no serviço a igreja, bem como os anseios em levar o Reino de Deus a mais pessoas: “Não nos cansemos de fazer o bem, disse nosso Pai São Paulo”.

Josieth aproveitou nosso retorno a Maués e veio conosco com o objetivo de participar no dia seguinte da Abertura dos Encontros Vocacionais. Mas, antes de retornarmos seguimos rio adentro a comunidade Bom Pastor para uma breve visita a casa da jovem Iza Judite, jovem que nos acompanhou desde a cidade a convite de Pe. Luiz e depois manifestou interesse em conhecer a vida e vocação paulina. Voltando a cidade nos restava o silencio e o sorriso diante da infinitude do amor de Deus pela criação.
Dia 30 pela manhã parti de moto com Pe. Luiz a comunidade de São Francisco para a celebração Eucarística. E, logo às 9:30 deu-se início na Matriz, propriamente no Centro São João Paulo II, a Abertura Encontros vocacionais com o tema: Vocação, o encontro de duas liberdades. De Deus que chama para permanecer nele e da resposta humana em vista da felicidade. Com a presença de jovens e adolescentes e equipe de animação da Pastoral Vocacional.
Foi um sinal de esperança, animação e despertar aos jovens para que neste caminho de descobertas encontrem com responsabilidade e liberdade qual a vocação o Senhor chama a viver com felicidade. A tarde do dia 30, Pe. Marcílio e Pe. Luiz foram me deixar no barco para seguir navegação de volta a cidade de Manaus-AM onde cheguei dia 01 de Maio à tarde.
Gosto mesmo é de poder contemplar essas coisas que me falam de ti. Essas coisas que me falam do céu e da terra (Música: Gosto de poder contemplar, Pe. Zezinho)

Ir. Gabrielle Bezerra, fsp



0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de colocar seu nome. Obrigada!