terça-feira, 20 de março de 2018

Jubileu de Prata de Ir. Gervis Monteiro e Semana Missionária em Boa Vista do Ramos - AM


“Tudo posso Naquele que me conforta.” (Fl 4,13)

No dia 26 de fevereiro de 2018 partimos do Porto de Manaus rumo à Boa Vista do Ramos, Diocese de Parintins, para louvar e agradecer a Deus, junto com as comunidades, os 25 anos de Consagração de nossa querida Ir. Gervis Monteiro, na Congregação das Irmãs Paulinas.





Chegando a Boa Vista do Ramos, pegamos mais uma canoa em direção à Comunidade São Tomé, comunidade ribeirinha, onde ocorreu o Encontro do Setor. Naqueles três dias, partilhamos a vida e a vocação com todas as comunidades que pertencem a esse setor, que também é o setor de origem de nossa irmã.
Percorremos um itinerário com nossos irmãos, falando sobre a Vocação e as dimensões que englobam a minha vocação particular: a minha relação comigo mesmo, com Deus, com o outro e com a Casa Comum.
Com a ajuda e presença dos padres Jânio e Luis Carlos, celebramos a Eucarístia nesses três dias com atendimento às confissões.
Foi um momento de graça que vivenciamos junto à Comunidade São Tomé e as demais comunidades lá reunidas. Oportunidade para recordar também as raízes de Ir. Gervis junto àquele povo que faz parte dos seus 25 anos de Consagração.
Encerramos o Encontro do Setor no domingo, dia 4 de março, e assim retornamos à cidade de Boa Vista do Ramos para assim, com a missa de envio na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, darmos continuidade a grande Semana Missionária nas comunidades da cidade.  
Percorremos um itinerário muito intenso: todas as manhãs, mais precisamente às 6h da manhã, nos reuníamos em uma das comunidades que pertence à Paróquia de Boa Vista do Ramos, para iniciarmos nossas atividades com um momento de oração e, claro, um bom café da manhã regional.







Assim, muito bem abastecidos, espiritualmente e corporalmente, partíamos em missão com duas equipes: a equipe da visita às famílias daquela comunidade pré-estabelecida e a outra equipe nas escolas com a juventude.
Eu, particularmente, fiquei a semana toda na equipe das escolas com a Ir. Gervis, Pe. Janio, seminaristas Audicley, Gabriel e Markcson, e nossas aspirantes Lorenilda e Raissa, falando sobre o sentido da vida, valores e compartilhando junto com nossa juventude seus sonhos e ideais.  
Assim, caminhamos a semana inteira com visita às famílias, nas escolas e todas as noites encerrávamos nossas atividades naquela comunidade visitada com a Celebração Eucarística. Além disso, um momento de espiritualidade com toda a comunidade, contemplando a vida, a missão, a nossa vocação.
O que dizer sobre tudo que vivenciamos ao longo desses dias tão intensos? A palavra que define é: Gratidão. Gratidão a Deus Pai e Mãe, que amou e chamou desde o ventre de sua mãe a Ir. Gervis, e a fez superar todas as barreiras e dificuldades, saindo de sua realidade naquela comunidade São Tomé para se aventurar em terras completamente desconhecidas, por causa somente de um Grande Amor. Gratidão à tão querida família de Ir. Gervis, que desde sempre a apoiou, amparou e nos acolheu nesses dias, fazendo-nos sentir como um membro da família.
Gratidão aos padres Ozéias, Luis Carlos, Antonio, Jânio, Carlos Caridade que acompanharam, desde a preparação, até o dia do Jubileu. E a Dom Giuliano e aos padres presentes na Celebração Eucarística, a nossa gratidão!
Ao povo Boa-Vistense a nossa eterna Gratidão e carinho! Em nossa jornada, que se chama vida, muitas pessoas passam por ela deixando suas marcas de um jeito ou de outro: sorrisos, abraços, lágrimas, presença.
Certamente daqui a alguns anos ao olharmos para trás, recordaremos de tudo que vivenciamos juntos e de tudo que construímos juntos. Por isso, “partimos com o coração repleto e confiante e, sobretudo: cheio de nomes...”
“À causa do Evangelho dedicamos não só o tempo e as energias, mas a própria vida.” (Const. 12)
Gratidão!
Ir. Sabrina Mosena, fsp

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de colocar seu nome. Obrigada!