quarta-feira, 15 de junho de 2011

Irmãs Paulinas em festa!

Hoje é uma data especial para as Irmãs Paulinas de todo o mundo. A data que marca o nascimento das Filhas de São Paulo. Um nascimento como o de Jesus: pobre, humilde e escondido, na cidade de Alba - Itália no ano de 1915. Algumas jovens, dentre elas Teresa Merlo, considerada a co-fundadora, foram reunidas por Pe. Tiago Alberione para consagrarem-se e dedicar suas vidas ao apostolado da boa imprensa. No entanto, nasceram como uma pequena semente de mostarda depositada na terra.

Grupo das primeiras Irmãs Paulinas com o quadro de São Paulo
"A ideia do Teólogo (Pe. Tiago Alberione) era clara, o caminho seguro; quem, porém, estivesse vendo de fora não poderia perceber (através dos fatos) a ideia diretriz. As Filhas de São Paulo surgiam para dedicar a própria vida à boa imprensa; entretanto, não tinham tipografia e começaram a fazer camisas e cuecas para fornecedores dos militares", relata o Bem-aventurado Timóteo Giaccardo, que acompanhou os inícios. Um tempo difícil em todo o mundo, pois iniciava-se a 1º Guerra Mundial e jovens corajosas, impelidas pelo Espírito Santo, deixaram tudo para dedicar-se a este apostolado, ainda novo na Igreja.


A semente de mostarda, depositada na terra, nasceu e se desenvolveu. Hoje, as Irmãs Paulinas estão presentes nos cinco continentes do mundo, não mais costurando roupa para soldados, mas exercendo a aquela missão que foi dada ao Pe. Tiago Alberione de levar a Palavra de Deus a todas as pessoas utilizando todos os meios de comunicação social que temos e os que o progresso ainda vai inventar.


Completamos 96 anos de presença no mundo e 80 anos de Brasil. Uma história construída dia-a-dia na oração, na fidelidade ao Senhor, na entrega da vida por esse apostolado. A superiora provincial das Irmãs Paulinas no Brasil, Ir. Ninfa Becker, nos diz: "Há exatos 80 anos estamos no Brasil, juntamente com a Igreja evangelizando. E ai de nós se não o fizermos e se não o fizermos bem, da melhor maneira que pudermos! Para isso fomos chamadas por Deus e entregamos nossas vidas, sentimos a necessidade de rezar de meditar e assimilar a Palavra de Deus em nossas vidas, de nos recolher, de viver na fé, no discernimento, na gratuidade, na caridade; viver na abertura ao novo que nasce a cada dia e pedimos a Deus, à Rainha dos Apóstolos, aos nossos santos e mártires, que nos inspirem e nos guiem em nossa missão, muitas vezes desafiadora e nem sempre fácil. Pedimos também a São Paulo que nos infunda a coragem e a audácia que ele tinha para anunciar Cristo neste mundo de hoje, com a comunicação, e suscite muitas vocações, jovens corajosas e entusiastas que desejam se entregar a causa de Cristo pelo bem de nossos irmãos e irmãs."

Agrademos o dom da vocação Paulina na Igreja!
Parabéns a todas as Irmãs Paulinas!

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de colocar seu nome. Obrigada!