sexta-feira, 19 de março de 2010

A história continua...




CAPÍTULO SEGUNDO



"Meu orientador da monografia me pediu que eu conversasse com religiosas, freis, padres e teólogos católicos e evangélicos e se possível até mesmo muçulmanos e não só isso, mas também lesse Agostinho para compreender alguns aspectos de hospitalidade. Neste período eu não sabia absolutamente nada de fé católica, apenas aquilo em que é igual à fé evangélica. O plano de Salvação de Cristo Jesus.

Sempre fui preconceituosa em relação a católicos, principalmente religiosos. Eles eram assustadores aos meus olhos. “O homem tem medo daquilo que não conhece”.

Quando comecei efetivamente a pesquisa, a primeira pessoa com quem conversei foi com a religiosa Dama da Instrução Cristã, Ir. Lucília Furtado, nosso encontro foi algo preparado por Jesus, e tinha objetivo certo: me revelar que pré-conceitos são os que realmente expressamos:
1. Ideia ou conceito formado antecipadamente e sem fundamento sério ou imparcial.
2. Opinião desfavorável que não é baseada em dados objetivos. = intolerância
3. Estado de abusão, de cegueira moral.
4. Superstição. :[Dicionário Priberam dos países de Lingua Portuguesa online] (pre- + conceito) s.m.


Amanhã tem mais... Amanda irá partilhar a sua impressão ao conhecer uma freira.

3 Comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de colocar seu nome. Obrigada!