sábado, 19 de fevereiro de 2011

"Um tesouro em vasos de barro!"

O diácono José Carlos de Freitas Júnior, da congregação dos Padres e Irmãos Paulinos, será ordenado sacerdote hoje  19 de fevereiro, em São Paulo. Toda a Família Paulina se alegra e rende Graças ao Senhor por sua vocação! 




Vamos conhecer um pouco da história do José Carlos na entrevista que ele deu ao nosso blog, e descobrir como foi a construção desse SIM que agora ele diz ao Senhor!

  • Conte-nos como foi seu despertar vocacional e a decisão de entrar no seminário.
 Sou o primeiro filho de José Carlos de Freitas e Ivoní Aparecida dos Santos Freitas. Nasci na cidade de São Paulo, no dia 13 de setembro de 1978; fui batizado na Catedral da Sé no dia 7 de janeiro de 1979; fiz a primeira comunhão no dia 27 de novembro de 1988 e fui crismado por Dom Angélico Sândalo Bernardino – quando era bispo auxiliar da Região Episcopal Brasilândia, – no dia 23 de junho de 1996 na comunidade paroquial Santa Rita de Cássia, Região Episcopal Brasilândia, Arquidiocese de São Paulo. Tenho um irmão, Camilo, e duas irmãs, Rozângela e Andreia, todos naturais desta metrópole. Meu despertar vocacional é um caminho comum, trilhado por muitos jovens, que começou a tomar forma a partir de uma propaganda vocacional na Rádio América de São Paulo, no ano de 1993. Desde o primeiro contato até meu ingresso no seminário passaram-se cinco anos, marcados por correspondências e visitas que me ajudaram no discernimento vocacional. A decisão de ingressar no seminário foi madura e ponderada. Naquela época eu trabalhava e estudava, e deixar a família e amigos foi difícil num primeiro momento, mas aos poucos as mãos de Deus me ajudaram.


  • Quantos anos de formação? Como foram esses anos?

 Ingressei no seminário dos Padres e Irmãos Paulinos (Pia Sociedade de São Paulo) em janeiro de 1998, na comunidade da Cidade Paulina (na Raposo Tavares). Emiti os votos religiosos de pobreza, obediência, castidade e fidelidade ao Papa no que diz respeito ao nosso apostolado, em perpétuo, no dia 18 de abril de 2009, e fui ordenado diácono por Dom Angélico Sândalo Bernardino, bispo Emérito de Blumenau – SC, no dia 14 de novembro de 2009. 
Durantes esses anos os Padres e Irmãos Paulinos me proporcionaram estudar Publicidade e Propaganda, Filosofia e Teologia. Todos esses cursos tiveram em vista enriquecer meus conhecimentos de forma a contribuir em nossa missão na Igreja – Evangelizar com os Meios de Comunicação. Além de trabalhar na área de produção, difusão, editorial, FAPCOM, administração geral de nosso apostolado e no Departamento de Audiovisuais (CDs e DVDs) da PAULUS, em março de 2011 irei residir na comunidade de Caxias do Sul – RS, local em que desempenharei o apostolado do Serviço de Animação Vocacional e Promoção dos Periódicos. Levarei o Evangelho aos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Os 13 anos de formação foram marcados com muita alegria e entusiasmo. A presença constante da Família Paulina me ajudou a acreditar, ainda mais, que vale a pena dedicar toda a minha existência à vida Religiosa.

Dom Angélico Sândalo Bernardino e José Carlos, no dia da Ordenação Diaconal

  • Para você, qual é a maior alegria de ser Religioso Paulino?
Minha maior motivação e alegria em ser religioso Paulino é ser instrumento de Deus na vida das pessoas com a minha presença e trabalho. Como dizia o nosso fundador Bem Aventurado Tiago Alberione: “falar de tudo cristamente”, ser uma presença que promova e resgate a dignidade das pessoas e acreditar que a conquista de um mundo melhor começa nos atos de cada um de nós.


  • O que tem a dizer aos jovens que sentem o chamado de Deus hoje?

Eu diria que a vida nos oferece infinitas oportunidades e, escolher uma direção depende de cada um. Cada pessoa é ator principal do dom que Deus lhe deu: a VIDA. É importante fazer da vida uma constante ação de graças. E se você se sente chamado por Deus a uma vocação específica siga em frente, pois Deus dá a sua graça. Somos como o vaso de barro, frágeis portadores do grande tesouro, que o grande oleiro nos molda a sua imagem, e a semelhança encontramos nas pessoas. Jesus nos faz um convite personalizado, tal como chamou os discípulos a beira do mar, por isso se você quer ter a alegria de ser padre, irmão ou irmã de nossa bela família religiosa entre em contato conosco. Jesus Mestre Pastor precisa de você.


  • Como está sendo esse momento em que está chegando o dia da sua ordenação Presbiteral?

Estou em contagem regressiva (risos). Vejo à minha frente o sonho de criança se tornando realidade. Noto a grande responsabilidade de ser ordenado padre para a Igreja na Família Paulina. Nesse momento tenho sentimentos diversos que a cada instante me convenço que trazemos esse tesouro em vasos de barro, para que todos reconheçam que este poder extraordinário vem de Deus e não de nós.”(2Cor 4,7).Tenho a plena certeza que o ministério que a Igreja me confiará só será plenamente vivido com a oração e com a alegria de cada manhã eu renovar o meu sim ao povo de Deus.



E se você quiser participar deste momento especial de minha vida, venha celebrar conosco. A Congregação dos Padres e Irmãos Paulinos, meus familiares e eu,  Diácono José Carlos de Freitas Júnior, ssp convidamos você e sua família para a celebração Eucarística na qual serei ordenado Presbítero pela oração da Igreja e pela imposição de mãos de Dom Angélico Sândalo Bernardino, Bispo Emérito de Blumenau - SC.


Dia: 19 de fevereiro de 2011
Hora: 16h.
Local: Seminário Paulino - Rod. Raposo Tavares, Km 18,5 – São Paulo – SP
(1ª à direita, após o posto da polícia Rodoviária).
  
Contamos com sua presença e orações!

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de colocar seu nome. Obrigada!