quinta-feira, 19 de abril de 2012

Aliança na Família Paulina

Por Irmã Ivonete Kurten, fsp

No dia 15 de abril de 2012, das 9 às 18 horas, a Família Paulina, no Brasil, realizou o 2º Dia Paulino. O evento faz parte de uma agenda de atividades, que visam preparar os membros da Família Paulina para a celebração do primeiro centenário de sua fundação. O encontro aconteceur na Cidade Paulina, em São Paulo (SP), residência dos padres paulinos e reuniu cerca de 150 pessoas das congregações paulinas, institutos e cooperadores paulinos.
O 2º Dia Paulino contou com a assessoria do Padre Antonio Silva, SSP, que por mais de 30 anos trabalhou no Centro de Espiritualidade Paulina em Roma. O tema abordado foi a oração do Pacto ou Segredo de êxito, “um dos pontos fortes da espiritualidade da Família Paulina, que, por ocasião do triênio do primeiro centenário de sua fundação, é chamada a explicitar os pressupostos bíblicos e teológicos desta oração.


Este já é o seu dia de aprofundamento, oração e reflexão que a Familia Paulina realiza por ocasião da preparação para o Centenário da Família Paulina, que será em 2014. 
Os participantes foram introduzidos na reflexão do tema com a oração sobre o pacto, preparada pela equipe do centenário, na Itália. Em seguida, a conferência de padre Antonio. O almoço foi um momento forte de convivência fraterna entre os participantes. Padre Arno Brustolin, superior da casa, e os jovens seminaristas foram responsáveis de preparar, junto com as colaboradoras a deliciosa comida. E estava muito boa, segundo os comensais.
Na segunda parte do dia, os presentes assistiram o filme Langhe: immagini da ascoltare, musica da vedere, que mostra cidades italianas de onde vieram os primeiros e as primeiras apóstolas da Família Paulina, para evangelizar com a Comunicação.


Em seguida, numa partilha em pequenos grupos e depois em plenário, os membros da Família Paulina aprofundaram o estudo do Pacto ou Segredo de êxito e elaboraram uma questão para o assessor. Dentre as questões destacam-se as indagações de como viver o pacto como forma de testemunho da Família Paulina, para a sociedade de hoje e qual a relação entre a vida consagrada e a questão profissional e nessa relação a vivência do pacto. Para essas perguntas, pe. Antonio foi enfático em dizer que somos, em primeiro lugar, religiosos, consagrados e, ao viver a nossa consagração, vivemos de fé. A Fé e a humildade são características da vivência da nossa aliança com Jesus. Se queremos ser só ser profissionais, podemos arrumar as malas. Isso não é vocação paulina. A atualização do Carisma Paulino se dá quando seguimos com radicalidade Jesus. As formas de comunicação e o profissionalismo devem nos ajudar a viver e testemunhar o seguimento do mestre. No final da tarde houve a avaliação do encontro e a Santa Missa.

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de colocar seu nome. Obrigada!