segunda-feira, 9 de abril de 2012

Tríduo Pascal em Família Paulina


As Irmãs Paulinas e os Padres e Irmãos Paulinos, após iniciarem a Semana Santa juntos, com a celebração de Ramos, no domingo 1º de abril, trilharam juntos as celebrações da Ceia do Senhor, da Paixão e da grande festa da Vigília da Ressurreição.  


A celebração da Quinta-Feira Santa foi uma verdadeira vivencia daquela última ceia que Jesus comeu com seus discípulos. O Pe. Antônio Francisco da Silva, que presidiu a missa, motivou todos a participarem como se fosse a última ceia que comêssemos juntos, na qual queremos demonstrar o todo nosso amor ao irmão-irmã que está conosco. Pois, para o cristão, toda a ceia deveria ter esse sabor escatológico, como se fosse a última, deixando ao outro sempre o amor. 

Nesse clima aconteceu o gesto simbólico do lava-pés, no qual, além de lavar os pés, o Pe. Antônio, os ungiu com o perfume de Nardo puro, deixando um odor suave no ar, dessa forma todos participaram desse gesto de amor que Jesus fez por nós. No final da celebração o Santíssimo foi transladado solenemente para a capela da comunidade das irmãs, onde elas puderam fazer a vigília com o Senhor. E por fim, o dia concluiu-se com a ceia partilhada. 



Na Sexta-Feira Santa, dia de vivermos com Jesus sua condenação, sua caminhada para o calvário, crucifixão e morte, vivemos a via-sacra pela manhã, encenada pelos seminaristas Paulinos e as noviças Paulinas. E, as 15:00 horas participamos da celebração da Cruz. Momento de contemplarmos a cruz, de agradecermos a Jesus por esse gesto de extremo amor-entrega por nós. A celebração foi presidida pelo Pe. Arno Brustolin.



Por fim, no dia que nos inspira viver o grande silêncio que vem daquele túmulo em que o Senhor foi sepultado, nos reunimos, mais um vez, ao fim da tarde, para juntos rompermos esse silêncio com a solene proclamação da ressurreição: Cristo ressuscitou, verdadeiramente Ressuscitou! Cantamos solenemente a alegria Pascal: Ó noite de alegria verdadeira, que une de novo o céu e a terra inteira. Unimo-nos a todos os cristãos do mundo que certamente vivem essa mesma alegria e gritam: Aleluia! Cristo Ressuscitou! Ele está no meio de nós! Pe. Arno Brustolin, que presidiu a celebração, nos recordava os dois presentes irrevogáveis que Jesus nos deu na sua ressurreição: o Espírito Santo e a Paz!



Que a alegria Páscoa, que celebramos em Família Paulina, se estenda a todos as pessoas com o dom da Paz e da presença do Espírito Santo que renova todas as coisas e situações!

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de colocar seu nome. Obrigada!