sexta-feira, 29 de julho de 2011

"Eu sou a ressurreição e a vida."

Quem crê em mim ainda que morra viverá. (Jo 11,25)
Iniciava mais um dia em que a vida em Deus seria plenificada. Foi assim que a Irmã Elsa Corrarello contemplou face a face o Senhor Ressuscitado na manhã do dia 27 de julho. Partiu deixando saudades e todo o bem realizado na vida e missão paulina.
As palavras da Irmã Ninfa Becker, Superiora Provincial, expressaram o testemunho de fé e vida da nossa irmã.
Querida Ir. Elsa, você se caracterizou pela gentileza, fineza no trato, bondade de coração, grande  generosidade, sempre pronta para ajudar quem de você precisasse, especialmente por um grande amor a Nossa Senhora. Sempre participante da vida comunitária, eximia corretora de estilo, etc.  
Obrigada Elsa,  por ter caminhado conosco  durante todos estes anos, fazendo parte da nossa comunidade, abraçando conosco a missão de comunicar Cristo  a todos através dos meios de comunicação;  Obrigada pelo bem que você realizou e deixou”.
Unidas aos familiares, irmãs e todo o povo a quem ela ajudou comtemplemos o mistério da ressurreição pedindo sua interseção lá do céu por nós!

“Diante de qualquer dificuldade, olhar sempre para o alto, para o horizonte, para o céu” (Guardare lassù). Irmã Pedrina
Era o fim da tarde e neste mesmo dia 27 de Julho para nossa surpresa Deus veio buscar mais uma de nossas queridas irmãs. Um anjo que transparecia o rosto de Deus. Missionária nos Estados Unidos e na Venezuela se dedicou a comunicar o Evangelho a todos sempre transbordante de amor, alegria e generosidade. Assim a Irmã Pedrina Pires deu seu último suspiro e voou para os braços do Pai.
A Irmã Ninfa Becker (Superiora Provincial) partilhou com muita profundidade a essência da vida desta querida irmã.
Pedrina, uma mulher consagrada paulina feliz e plenamente realizada! A mulher do amor, tudo para ela se resumia no amor! Pedrina encontrou a pérola preciosa (Mt 13,44-46): o amor, a bondade, a simplicidade, o essencia!  Ela estava ansiosa para encontrar-se com o seu Deus, com seu grande Amor, tanto assim que ela pedia diariamente a Deus para que  a levasse repentinamente e assim foi. Estava na espera do seu Senhor como o vigia espera pela aurora! Foi uma  mulher enamorada do amor de  Cristo, sensível, missionária, mística, amante do povo, da vida paulina, vibrante de amor por todos. Ela gostava de expressar e de partilhar a sua vida. Era límpida,transparente como a água  cristalina.
Irmã Ninfa relembra suas palavras com muito carinho: Uma só coisa desejo: Amar! Que nunca me falte o amor. O preço do amor é a cruz: aceito! "Já não sou eu que vivo é Cristo que vive em mim! "O meu desejo é chegar à plenitude do Amor. Só o amor triunfa, é eterno. É amando que me preparo ao Reino do amor”.
Obrigada querida Ir.  Pedrina,  pela  sua vida santa, por nos comunicar tanto amor nos gestos, nas palavras, no sorriso…  por nos dar o exemplo de como se pode crescer na santidade cada dia, por desejar que vivamos comunidades de amor onde todas nos amemos umas as outras. Obrigada  pelo teu legado de amor, de bondade e de fé.
Peçamos a irmã Pedrina que do céu interceda por todas nós paulinas, seus familiares e o povo do Brasil e dos países aonde ela foi missionária a quem tanto ajudou.

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de colocar seu nome. Obrigada!